quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Conheça mais sobre o Tajiquistão

04 dez 2014TAJIQUISTÃO

País de maioria muçulmana e o 45º Estado mais opressor aos cristãos, há inúmeros casos de tajiques que abraçaram o cristianismo e enfrentaram forte oposição de suas próprias famílias. Leia mais sobre essa nação e saiba como orar pela Igreja local
4_Tajikistan_ 0250001765
O Tajiquistão é a nação mais pobre de toda a antiga União Soviética, e ao contrário de seus países vizinhos, não possui recursos naturais como minério, petróleo e gás. Como a economia é subdesenvolvida, especialmente em termos de produção, muitos tadjiques são forçados a trabalhar no estrangeiro. De acordo com um estudo do Banco Mundial, o Tajiquistão é o país mais dependente das remessas de trabalhadores migrantes do mundo.

Considerando que o país tem cerca de sete milhões de cidadãos – um número que está crescendo rapidamente– há um número estimado entre um e um milhão e meio de trabalhadores migrantes que atuam principalmente na Rússia e no Cazaquistão. A economia que esses migrantes estão movimentando garante que cerca de 60 por cento da população seja sustentada em suas necessidades diárias. Basicamente, sem esse recurso, a economia do país iria quebrar.

A Portas Abertas estima que o número de cristãos seja pouco mais de 1% da população. Oficialmente, não há liberdade de religião, mas em um nível local, quem se torna cristão enfrenta ameaças, espancamentos, todo tipo de ataques e outras formas de perseguição de mulás, autoridades locais, vizinhos e parentes.

A identidade tadjique está associada a ser muçulmano. Consequentemente, mudar de religião traz grande vergonha para a família. A igreja indígena tadjique é, em sua maioria, formada por jovens; metade da população do país tem menos de 18 anos de idade.
FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoAna Luíza Vastag

Nenhum comentário: