terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Pastor tanzaniano é ameaçado por realizar funeral cristão

16 dez 2014TANZÂNIA

Um pastor da Tanzânia está enfrentando muita pressão por não ceder às exigências muçulmanas de realizar um funeral islâmico para uma cristã
16_Tanzania_0270001121
O pastor Musa Mizaza da Igreja Anglicana Muhunga no Distrito Kasulu de Kigoma, na Tanzânia, já havia começado os preparativos para o funeral da cristã Jenitha George, quando os muçulmanos locais exigiram um funeral islâmico dela ser declaradamente cristã.
Musa seguiu em frente com sua decisão, o que causou um motim. Mesmo depois de terminado o funeral, os cristãos locais dizem que o assunto continuou a ser um ponto de discussão entre eles e os muçulmanos, até ser levado à mesquita local. A partir daí, Musa começou a receber advertências e ameaças de morte.
A tensão cresceu tanto que o governador, Gervas Bunyiga, realizou uma reunião com os líderes religiosos locais para discutir o assunto. Durante a reunião, foi decidido que as normas da religião professada por qualquer pessoa falecida seria observada durante o seu funeral.
No entanto, um ancião muçulmano proeminente no local, Sheikh Yasin Dyomba resistiu com firmeza à decisão. Ele exigiu que a lei sharia fosse observada em todos os funerais. Sua resistência levou a um aumento nas ameaças contra Musa e sua família. Um jornal cristão local nacional publicou um artigo sobre o incidente e ameaças subsequentes. As ameaças abertas cessaram, mas Musa continua preocupado com a sua segurança e a de sua família.
Pedidos de Oração
• Peça ao Senhor que proteja o pastor Musa.
• Ore para que Deus conceda graça e coragem aos cristãos, mas que humildemente eles sejam capazes de continuar a mostrar o amor de nosso Senhor Jesus a todos os muçulmanos no país.
FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoJunia Vasconcellos

Nenhum comentário: