quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Pastor Saeed Abedini escreve carta de agradecimento a Obama

04 fev 2015IRÃ

Pouco depois do recente encontro entre o presidente Barack Obama e Naghmeh Abedini, o pastor Saeed escreveu-lhe uma carta de gratidão. Obama disse à esposa de Saeed que colocá-lo em liberdade é uma das prioridades de seu governo
04_SaeedAbedini
O pastor americano Saeed Abedini, preso no Irã desde 2012, escreveu ao presidente Obama de sua cela da prisão para agradecê-lo por seus esforços em favor da causa dos cristãos perseguidos. Na carta, Saeed disse que ora regularmente, pedindo por "orientação, sabedoria e bênção de Deus" para o presidente.
Conforme noticiado pela Portas Abertas, no final de janeiro, Obama teve um encontro privado com a esposa de Saeed e seus filhos, Rebekka e Jacob, durante uma visita a Boise, no estado de Idaho, depois que Naghmeh pediu para encontrá-lo.
Na reunião, Obama afirmou que a libertação de Saeed Abedini é uma "prioridade" para o seu governo e disse que tentaria levá-lo para casa a tempo do aniversário de seu filho, em março.
Em sua carta, Saeed agradeceu ao presidente pela preocupação que demonstrou para com ele e sua família. Acerca de sua esposa e filhos, o pastor escreveu que eles "têm tido um fardo pesado para carregar na minha ausência, e sua presença ajudou a aliviar um pouco esse fardo."
Saeed continuou: "Obrigado por sua compaixão paternal ao confortar Jacob dizendo que tentará me levar para casa para seu aniversário. Eu sei que, como pai, você pode entender realmente a dor e angústia dos meus filhos, forçados a viver sem o seu pai e o quão pesado é para minha esposa ter de lidar com a situação como uma mãe viúva.”
“Eu também sei como cristãos, ao redor do mundo, o incentivaram para que este encontro acontecesse. Nada é mais valioso para o corpo de Cristo do que ver o Senhor no controle das circunstâncias, agindo à frente de países e de qualquer liderança através da oração”, escreveu.
Saeed agradeceu ao presidente por sua atitude em defesa dos cristãos perseguidos: "Obrigado novamente por levantar-se em prol da minha família, e em favor dos milhares de cristãos em todo o mundo que são perseguidos por sua fé em Jesus Cristo. Presidente Obama, conte com as minhas orações”, concluiu.
FonteChristian Today
TraduçãoAna Luíza Vastag

Nenhum comentário: