segunda-feira, 9 de março de 2015

Níger e Chad atacam fortemente o Boko Haram

09 mar 2015NIGÉRIA

Centenas de soldados do Chade e do Níger lançaram, nesta madrugada, ofensiva aérea e terrestre contra a Boko Haram no nordeste da Nigéria, de acordo com moradores e fontes militares do Níger. A ofensiva está ocorrendo ao longo da fronteira entre o Níger e efetivamente abre uma nova frente na luta contra o grupo radical islâmico
09_Nigeria_boko_Haram
Essa reação de grupos aliados contra o radicalismo islâmico aconteceu logo após Boko Haram prometer lealdade ao Estado Islâmico em uma mensagem de áudio supostamente do líder do grupo, Abubakar Shekau.
De acordo com um oficial militar na cidade fronteiriça de Diffa, no Níger, a operação não tem dia ou hora para acabar. “É uma operação intensiva que visa pulverizar o Boko Haram, minando sua capacidade”, explica o oficial que não pode se identificar por questão de segurança pessoal e da operação.
Moradores disseram que jatos de fogo de artilharia e caças empurraram os combatentes do Boko Haram no distrito Damasak, na Nigéria, que é um reduto do grupo radical. "Por volta das 6 horas da manhã, soldados do Níger e Chade em grande número atracaram a área do Boko Haram, e depois atravessaram a ponte para a Nigéria", disse o morador Diffa Ari Boubakarna. "Nós ouvimos enormes explosões de fogo de artilharia e aviões de combate, mas as explosões fizeram com que o grupo radical se recolhesse e se deslocassem mais para a Nigéria", continuou Boubakarna.
Um jornalista que trabalhava em Diffa testemunhou tropas avançando em direção à fronteira com a Nigéria, onde os combatentes do Boko Haram haviam assumido posições."Eles avançaram em um enorme comboio de mais de 200 veículos, alguns deles equipados com metralhadoras, incluindo tanques blindados, ambulâncias, caminhões pipa e caminhões de carga, o que indica que eles estavam indo para uma operação grande e sem hora para acabar", disse o jornalista.
Outro contingente de tropas, apoiadas por suporte aéreo, rumaram para fora da cidade de Bosso, Níger, segundo os moradores. "Os soldados em grande número cruzaram para a Nigéria, esta manhã, e podíamos ouvir som dos trovões de tiros e explosões vindas da direção de Malam Fatori", disse o morador Bosso Tandja Moumouni.
A Nigéria e países vizinhos têm montado recentemente uma ofensiva coordenada contra os militantes do Boko Haram, no estado de Borno, onde o grupo islâmico invadiu uma grande faixa de território. Nesta região, Nigéria faz fronteira com o Níger, Chade e Camarões.
Como parte dessa aliança, milhares de soldados do Níger e Chade foram enviados para Bosso e Diffa em janeiro.
A ofensiva conseguiu recuperar parte do território tomado pelo grupo. A Nigéria prometeu libertar todos os seus territórios de Boko Haram antes das eleições gerais, que começam no dia 28 de março, para permitir que os habitantes deslocados regressem às suas casas para as eleições.
FonteCNN News

Nenhum comentário: