sexta-feira, 3 de julho de 2015

Cristãos são atacados enquanto oravam

03 jul 2015ETIÓPIA

Os cristãos pertencentes a uma igreja na Zona Gurage no sul da Etiópia necessitam de nossas orações
03_Etiopia_0430102832.jpg
Na noite de um sábado de junho, uma multidão interrompeu uma reunião de oração que estava acontecendo na casa de um dos membros da igreja. Cerca de 40 pessoas participaram da reunião e sete pessoas ficaram feriadas e precisaram ir até uma clínica médica na cidade de Hosana. Cinco dos sete ainda estão recebendo tratamento médico.
Os agressores também destruíram a casa e cortaram algumas das Bíblias usadas ​​durante a reunião, transformando-as em pedaços. Eles também saquearam dinheiro e telefones celulares.
A igreja relatou o ataque às autoridades locais, mas fontes disseram à Portas Abertas que "os funcionários não têm, pelo menos até agora, tomado medidas sérias para fazer justiça com os criminosos". O máximo que foi possível descobrir sobre o incidente foi que os agressores são parte da comunidade local que se ofende com as práticas dos cristãos.

A perseguição na Etiópia se origina de diversas fontes: religiosa, política, tribal e comunitária. Embora existam vários mecanismos de perseguição atualmente, o país permanece em silêncio sobre a situação à qual os cristãos são submetidos.

Os cristãos estão pedindo oração pela salvação dos agressores, para que a igreja tenha o prazer de vê-los conhecendo a Cristo. Um dos cristãos feridos mais gravemente, que recebeu um duro golpe no crânio e na mandíbula, também pediu para orar por seus filhos que testemunharam o ataque. Ele teme que seus filhos possam ter sido emocionalmente afetados pelo incidente.
Pedidos de oração
  • Interceda pela salvação dos agressores, para que conheçam quem é o verdadeiro Deus e sejam transformados pelo evangelho.
  • Ore pelos cristãos que testemunharam o ataque; que os feridos tenham uma rápida recuperação e que as crianças recebam cura emocional.
  • Peça a Deus que as autoridades na Etiópia sejam justas com os cristãos e garantam que a justiça seja feita.
FontePortas Abertas Internacional

Nenhum comentário: