domingo, 31 de maio de 2015

#DIP2015: Faça parte da solução

31 mai 2015BRASIL

Milhares de cristãos do Brasil estarão reunidos para realizar o Domingo da Igreja Perseguida nas mais de 6.700 igrejas cadastradas com a missão de servir aos cristãos perseguidos no mundo muçulmano
31_China_0300100190
O desafio de mobilizar a igreja brasileira com a causa da Igreja Perseguida é enorme. São muitos os cristãos envolvidos e decididos a apoiar a família da fé que sofre perseguição, mas são muitos também aqueles que nunca ouviram falar sobre perseguição religiosa ou ainda não foram impactados com essa realidade.

A Portas Abertas conta com 156 correspondentes locais em vários estados do Brasil que estão hoje, juntamente com muitos outros parceiros da causa, organizando o DIP em suas igrejas para que o maior número de cristãos tenham suas vidas impactadas com a realidade de cristãos que são perseguidos por causa de sua fé em Jesus.

Infelizmente, não podemos estar presentes em todas as igrejas nesse DIP. Acreditamos que se visitássemos todas as igrejas do Brasil participantes levaríamos apenas de locomoção horas e horas de avião, dias percorrendo as rodovias do país e meses se fizéssemos o percurso de norte a sul do país a pé. As únicas maneiras de estarmos juntos servindo aos cristãos perseguidos é nos unirmos em oração por eles e uns pelos outros e divulgarmos a causa em nossas redes sociais.Compartilhe como está sendo o DIP em sua igreja com fotos e vídeos na hora do evento usando a hashtag ‪#‎DIP2015
. 
Com a perseguição aos cristãos se tornando mais intensa em diversos países, agora é a hora de garantir que a mensagem da Igreja Perseguida seja ouvida de maneira alta e clara. Participe do DIP! Abençoe a vida da nossa família na fé com suas orações e seja edificado com o testemunho dos nossos irmãos ao redor do mundo.
Motivos de oração
  • Agradeça a Deus pela oportunidade que os cristãos livres têm de organizar o Domingo da Igreja Perseguida em suas igrejas, de divulgar a causa e de orar com liberdade por nossos irmãos em Cristo.‬
  • Ore por todos os envolvidos no DIP: líderes, organizados e participantes; que nesse momento muitos deles sejam abençoados pela família da fé e que possam ser engajados a orar, apoiar e ser parte da solução.
  • Peça a Deus para ele venha a abençoar cada momento dos cultos, reuniões e programações; que tudo seja feito por ele, por meio dele e para a honra e glória do nome de Jesus.
FontePortas Abertas Brasil

sábado, 30 de maio de 2015

#DIP2015: Como tudo começa

30 mai 2015BRASIL

Mais de 6.700 igrejas dedicarão um tempo em oração pelos cristãos perseguidos do mundo muçulmano amanhã, dia 31
30_Sudao_DIP.jpg
A escolha do tema
Para cada ano há um tema diferente para o Domingo da Igreja Perseguida, o DIP. Identificamos um tema que seja atual e relevante para o ano. Neste ano, o tema escolhido foi Servindo cristãos perseguidos no mundo muçulmano, pois identificamos que 40 dos 50 países da Classificação da Perseguição Religiosa de 2015 tem o extremismo islâmico como a maior fonte de perseguição aos cristãos.
A escolha da dataDepois de escolhido o tema, o próximo passo é divulgar a data do evento que acontece próximo ao domingo de Pentecostes.
EngajamentoApós determinar o tema e a data, chega a hora de mobilizar os cristãos do Brasil a cadastrarem suas igrejas no site e se tornarem organizadores do DIP.
DivulgaçãoEste é o momento mais desafiador da mobilização: divulgar o evento em todo o Brasil. Para isso, usamos nossa Revista, o Feed de Notícias do Facebook, os 140 caracteres do Twitter, alguns vídeos no YouTube e imagens no Instagram. Mas isso não vale sem a sua ajuda! Contamos com você como nosso porta-voz e parceiro ativo no serviço aos cristãos perseguidos.
Disponibilização de materiais e atividadesQuando você se cadastra, você recebe um login e senha para acessar a área do organizador, onde é possível encontrar diversos materiais para que você prepare este momento. Há conteúdo infantil, peça de teatro, sugestão de louvor, vídeos, esboços e estudos para a pregação, explicações da atuação da Portas Abertas ao redor do mundo e testemunhos de irmãos perseguidos e tudo isso de acordo com o tema do ano.
O Domingo da Igreja PerseguidaQuando o dia chega, nossas orações são para que as atividades planejadas para os cultos e demais programações ocorram da melhor forma.
Pós-DIPNosso desejo é que o maior número de cristãos tenham suas vidas impactadas com a realidade da nossa família da fé nos países onde há perseguição. Por isso, cabe ao organizador enviar para nós (pode ser por e-mail mesmo) as fichas com os dados de todos os novos parceiros, ou seja, aqueles que têm o desejo de conhecer, apoiar e fortalecer a Igreja Perseguida. Além disso, queremos saber como foi o DIP em sua igreja, envie para nós fotos, vídeos e testemunhos.
FontePortas Abertas Brasil

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Uma criança morreu e sua mãe ficou ferida em ataque no Sudão

29 mai 2015SUDÃO

O governo sudanês tem sido, supostamente, o responsável por ataques e mortes de civis, especialmente cristãos em certas partes do país. No começo desta semana, tivemos conhecimento de mais vítimas desses ataques
29_Sudan_0380006213
Uma bomba da Força Aérea do Sudão, nesta segunda-feira (25), matou uma menina de três anos de idade e feriu sua mãe, que era cristã, em sua própria casa em Kauda.
"Neste momento, os aviões estão voando sobre a área, causando uma série de pânico entre a população", disse uma testemunha em Kauda. "Ficou calmo por alguns meses, mas o bombardeio aéreo voltou e está causando medo entre as pessoas."
Esses ataques têm sido organizados pelo governo sudanês desde abril de 2012. O total de morte de civis já subiu para 3.500. Desde a separação do Sudão do Sul em 2011, o governo sudanês tem pretende se livrar não só de rebeldes militarizados, mas também de cristãos que vivem no país islâmico, cada vez mais radicalizado.
FonteICC
TraduçãoLetícia Epifanio

Buhari assume a presidência da Nigéria com enormes desafios pela frente

29 mai 2015NIGÉRIA

Muhammadu Buhari tomou posse do cargo hoje (29), dois meses depois de se tornar o primeiro líder da oposição a ganhar uma eleição, desde o restabelecimento do processo democrático em 1999. Em 28 de março, Buhari, um ex-general, derrotou o então presidente Goodluck Jonathan
29_Nigeria_Reuters
Buhari herda uma situação econômica e social muito difícil. A queda do preço do petróleo tem afetado a Nigéria, o maior produtor do produto na África. A escassez de combustível afetou drasticamente o custo de vida, principalmente para as pessoas carentes. Além disso, os jovens do país passam por um desemprego recorde.
O novo presidente também deverá lidar com a corrupção do país e com o extremismo islâmico do grupo Boko Haram, que já custou 15 mil vidas e desalojou 1,5 milhões de pessoas. Apesar dos ganhos militares recentes, a situação é extremamente volátil no nordeste da Nigéria. Pelo menos 43 pessoas foram mortas no dia 23 de maio em um ataque a Gubio, uma comunidade no estado de Borno, no nordeste da Nigéria. Mais de 500 casas foram queimadas e muitos veículos e motos incendiados.
Em seu discurso de vitória, Buhari disse que a peça central de seu governo será a derrota do grupo extremista. "Boko Haram em breve conhecerá a força da nossa vontade e empenho para livrar este país do terror coletivo e trazer de volta a paz e a normalidade a todas as áreas afetadas", disse ele. "Nós não pouparemos esforços até para derrotar o extremismo."
As eleições anteriores de 2003, 2007 e 2011 foram marcadas pela violência generalizada em todo o país. Mais de 800 pessoas morreram após a eleição de 2011. Cristãos pagaram um preço alto demais, com centenas de igrejas e outras propriedades destruídas.
Antes da eleição, centenas de pessoas com medo da violência eleitoral nos estados centrais e no norte do país voltaram às suas cidades de origem, apontou o agência de notícias World Watch Monitor.

Milhares de cristãos se reuniram neste último domingo (24) para comemorar o desfecho pacífico. Os cristãos se reuniram em três locais na cidade de Jos, a capital da região central do estado de Plateau, que tem um longo histórico de violência religiosa.

"Estávamos todos cheios de medo e ansiedade sobre a unidade do país e da violência incontrolável que poderia ser desencadeada com o resultado das eleições. Muitos tinham previsto a desestabilização do país por meio da guerra, da violência e da anarquia", disse um líder da igreja local de Jos.
O presidente da Conferência Episcopal da Nigéria, em uma reunião discursou dizendo que "felizmente, Deus fez com que as coisas saíssem de forma diferente".
Quando o resultado das eleições foi anunciado, Jonathan chamou Buhari, seu adversário, para felicitá-lo. Um líder cristão local chamou este ato de “O milagre do dia 31 de março” porque acredita que a vontade de Deus prevaleceu e impediu que uma longa guerra acontecesse.
"Hoje, nos reunimos aqui para louvar e honrar a Deus por responder às nossas orações por eleições pacíficas na Nigéria", disse ele durante a celebração do dia 24 de maio. "O que estamos fazendo aqui é entregar a Deus o nosso Estado, o nosso país e nossos líderes para que o Senhor os abençoe.”
"Não se trata de um momento de júbilo triunfal; nem se trata de quem ganhou e quem perdeu, mas de um momento para refletir, orar e buscar a misericórdia de Deus para sairmos de uma política de ódio e nos movermos para uma política de desenvolvimento social e de harmonia.”
FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoVivian Coutinho

Pastor Victor Bet-Tamraz pede oração pelo seu próximo julgamento

29 mai 2015IRÃ

O pastor foi preso em 2014, durante uma festa de Natal em sua casa, acusado pelas autoridades de se reunir ilegalmente com outros cristãos. Ele é conhecido como o pastor de uma igreja local em Teerã, onde ministrou até o momento em que ela foi fechada em março de 2009. O pastor Victor, assim como muitos cristãos que estão presos no Irã, conta com suas orações
29_Iran_0260006968
Nos próximos dias, o pastor Victor será convocado para o tribunal para que seu caso seja ouvido. Ele tem tido dificuldades para encontrar um advogado disposto a ajudá-lo em sua defesa. Isso porque, após algumas defesas de cristãos perante o tribunal, alguns advogados têm experimentado uma reação hostil das autoridades.
No dia 26 de dezembro do ano passado, funcionários de segurança do governo invadiram a casa do pastor Victor e realizaram uma busca minuciosa, confiscando Bíblias, celulares e documentos de identidade pertencentes às pessoas que se reuniam para comemorar o Natal. Todos os presentes foram presos e libertados pouco tempo depois, mas o pastor Victor, que é de origem cristã assíria, e dois outros cristãos (de origem muçulmana), Amin e Kavian, foram levados para a prisão de Evin, onde foram mantidos em confinamento solitário. 
Os dois cristãos detidos juntamente com o pastor Victor, Amin e Kaviyan, foram libertados sob fiança há pouco mais de um mês. Inicialmente, as autoridades não aceitaram a fiança para libertar o pastor Victor. No entanto, no primeiro dia de março, ele recebeu a liberdade condicional. O valor da fiança foi bem alto e sua família teve de apresentar títulos de propriedade para atender às condições exigidas. 
Pedidos de oração
  • Por um advogado adequado, que esteja disposto a defendê-lo no tribunal.
  • Pelo juiz que irá analisar o seu caso, ore para que seja alguém temente a Deus.
  • Pelo pastor Victor e sua família, que eles sejam capazes de continuar firmes na fé e tenham sabedoria e paciência.
  • Peça por proteção de Deus para como aqueles que fazem sua obra.
FonteMidle East Concern
TraduçãoVivian Coutinho

Por que devo orar pela Eritreia?

28 mai 2015ERITREIA

"Nossas orações podem ir aonde não podemos. Embora muitas coisas possam parecer impossíveis do ponto de vista humano, no Reino da oração não existe impossibilidades", Irmão André
29_eRITREIA_0270001242
Com base na frase dita pelo Irmão André, fundador da Portas Abertas, convidamos você a orar pela Eritreia, 9º país da Classificação da Perseguição Religiosa 2015.
Informações, dados e conhecimento sobre a EritreiaA população eritreia é dividida em 40% de cristãos e 60% de muçulmanos. Lá, existem três vertentes do cristianismo: igrejas históricas registradas, ex-muçulmanos e os cristãos independentes. A hostilidade das autoridades locais chegou ao ponto de um funcionário do governo declarar certa vez, em público, que há três inimigos que precisam ser erradicados do país: o vírus da Aids (HIV), o regime da Etiópia e os cristãos independentes.
Pelo que posso orar?
  • Há 10 mil prisioneiros de consciência detidos em prisões eritreias.
  • Pelo menos 1.500 cristãos estão presos em condições verdadeiramente desumanas.
  • Desde maio de 2002, todas as igrejas evangélicas estão fechadas e precisam de autorização para funcionar.
  • Grupos cristãos que não pertençam às igrejas oficiais são presos e detidos sem julgamento ou acusação, podendo ser torturados e até mortos.
  • Torturas são abundantes em centros de detenção, há prisioneiros mantidos em contêineres de metal, celas subterrâneas e ao ar livre no deserto, cercados por arames farpados ou espinhos. 
"Não os deixarei órfãos; Eu voltarei para vocês." Jo 14.18
Apesar das dificuldades, perseguições e grande sofrimento, um líder eritreu, cujo nome não pode ser divulgado por motivo de segurança, disse à Portas Abertas: "Logo que me trouxeram preso, pensei que o diabo havia prevalecido sobre a igreja e sobre mim. Mas não levou sequer um dia para que o Senhor me mostrasse que ele é um Deus soberano e que controla todas as coisas, inclusive aqui na prisão. Ele está nos protegendo. Louvado seja o seu poderoso nome!"
FonteCSW, Portas Abertas Internacional
TraduçãoLetícia Epifanio

Como posso ajudar um cristão perseguido que conheci pela internet?

28 mai 2015BRASIL

Ajudar a Igreja Perseguida é o desejo de muitos cristãos brasileiros. Porém, isso deve ser feito de uma maneira segura
28_Brasil_0430100534
Talita* checava o seu perfil no Facebook quando se deparou com uma pessoa desconhecida que lhe pedia para ser adicionada ao seu grupo de amigos na rede social. Ela achou interessante e começou a trocar mensagens com a pessoa.
Esse indivíduo, que se apresentou com o nome de Ahmed, dizia ser da Arábia Saudita, e Talita logo compartilhou sobre Jesus e o evangelho com ele. Ahmed se mostrou interessado e disse que não tinha contato com cristãos, mas que gostaria muito de poder ir a uma igreja. Quando Talita lhe disse que havia cristãos na Arábia Saudita, Ahmed não acreditou. Para convencê-lo, ela falou com ele sobre o ministério da Portas Abertas.
O rapaz (Talita logo descobriu que ele tem 27 anos de idade) ficou bastante animado e perguntava se Talita poderia lhe informar o endereço de alguma igreja na Arábia Saudita, para que ele pudesse ir ao culto. Como ela não possuía tal informação, entrou em contato com a Portas Abertas Brasil, pedindo o contato de algum cristão ou igreja para passar ao Ahmed.
Perfis falsos 
Esse relato pode parecer singular, mas acontece com mais frequência do que se pode imaginar. O escritório da Portas Abertas Brasil recebe todo mês alguns e-mails que relatam histórias parecidas com a da Talita.
Infelizmente, nem todas as pessoas nas redes sociais são quem dizem ser. Alguns parceiros foram enganados por pessoas que se diziam cristãos perseguidos, os quais pediam ajuda para comprar passagens aéreas e fugir do país. No fim, não passavam de hackers que invadiram os e-mails e perfis desses parceiros nas redes sociais na tentativa de obter acesso à sua conta bancária.
É verdade que não se pode saber quem está mentindo ou dizendo a verdade na internet. Assim, siga a sábia orientação de Salomão em Provérbios 14.15: "O inexperiente acredita em qualquer coisa, mas o homem prudente vê bem onde pisa". A cautela e a prudência são louvadas na Palavra de Deus, mostrando que agir com cuidado não significa ser insensível nem ter pouca fé.
Seja cauteloso ao usar as redes sociais
  • Não compartilhe imediatamente qualquer informação, seja na internet, seja no celular. Verifique primeiro se ela é procedente, pesquisando o assunto na internet ou entrando em contato conosco.
  • Ao ser abordado por alguém que diz precisar de ajuda, use o bom senso. Não se deixe levar pela emoção. Pergunte como a pessoa chegou até você, verifique se o tipo de ajuda que ela quer é lícito ou ilícito.
  • Jamais exponha seus dados na internet. Seu e-mail, número de telefone e até o número da sua conta no banco são informações preciosas que, se caírem em mãos erradas, podem lhe trazer muitos problemas.
Ore!A oração é sempre mais eficaz que qualquer outra ajuda. Se alguém pedir sua ajuda, ore primeiro, pedindo discernimento do Espírito Santo sobre como proceder.
*O nome verdadeiro foi alterado para preservar a identidade da pessoa.
FonteRevista Portas Abertas Brasil

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Como é a vida de um adolescente na Síria?

28 mai 2015SÍRIA

A Síria, país que ocupa a 4ª colocação na Classificação da Perseguição Religiosa 2015, tem enfrentado uma devastadora guerra civil há mais de quatro anos e a violência está tomando conta de tudo, afetando todas as áreas da vida da população síria
28_Siria_Oxfam
Samuel é líder de uma igreja em Aleppo, uma cidade no norte da Síria, não muito longe da fronteira com a Turquia. Ele se reuniu com adolescentes de sua cidade para perguntar a eles como estavam lidando com a guerra e como eram suas vidas no dia a dia. O grupo era composto por Abel*, Dani* e Josh*.
Como é um dia normal pra vocês?A: Chato. As coisas não fazem nenhum sentido. Todo dia é o mesmo tédio de sempre. Não há nada para fazer por nós e não há lugar para ir a não ser para a escola - se a situação permite. Não há nada além, nada de novo.
O que assusta vocês?
J: Bombas e foguetes.
D: A morte súbita de bombardeios e foguetes.
A: Para ser ferido de explosões e tem que ficar na cama. Eu me preocupo com a morte de minha família, de bombardeios e, em seguida, ficar sozinho. Além disso, a escuridão.
Quais são seus planos para o futuro?
D: Estudar e cursar uma pós-graduação na universidade e, em seguida, encontrar um emprego para trabalhar e ganhar a vida em um país pacífico.
A: Eu gostaria de continuar meus estudos em um país ocidental, para ter uma vida melhor. Além disso, eu gostaria de ter meu próprio negócio.
Qual é o seu sonho?
D: Ver a paz na nossa cidade. Realmente, eu gostaria de viver em país pacífico, onde não há guerra. Estamos cansados da guerra e da situação instável; queremos ir a um país seguro.
J: Eu sonho em ter um amigo fiel e uma vida alegre cheia de emoção.
Onde Deus está em sua vida?
A: Sinto Deus comigo na maior parte do tempo. Através dos milagres vemos que ele está nos protegendo. Mas eu tenho perguntas: o que acontece com aqueles que estão morrendo ou ficando feridos por causa de foguetes? Onde está Deus para eles?
O que vocês fariam se eu desse pra vocês 50 euros (aproximadamente R$150)?
J: Eu iria salvar metade, porque estamos em uma situação de guerra e nós não sabemos o que vai acontecer. Gostaria de tentar ajudar as crianças muito pobres.
D: Eu ia comprar algumas coisas novas pessoais e talvez eu daria uma parte do dinheiro para a igreja, para que eles para ajudar os necessitados.
Pedidos de oração
  • Peça a Deus pela segurança desses adolescentes e suas famílias que vivem em um futuro extremamente incerto. 
  • Clame para que a igreja local seja testemunho vivo do amor de Jesus para que muitos venham a conhecer a verdadeira esperança.
  • Suplique a Deus pelo fim da guerra e da violência na Síria.
*Nomes foram alterados por motivos de segurança.
FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoVivian Coutinho